[Resenha] A Ilha de Kansnubra e o portal perdido

by 10:18 4 comentários
Autor: Andrews Ulisses
Editora: Novos Século
Ano: 2013
Páginas: 278


Imagine se você encontrasse um misterioso objeto que o transportasse a uma secreta ilha. O que você faria?

Garley é um tímido estudante de dezesseis anos que encontra um misterioso medalhão de ouro e é transportado a uma ilha chamada Kansnubra. Localizado no enigmático Triângulo das Bermudas, este fantástico lugar é palco de mago, bruxas e dragões. Para encontrar o portal perdido e retornar a sua vida normal, Garley deverá criar coragem e cumprir uma missão. Com a ajuda de Aldrich, Johnny, Laura, Jorge e Alix, eles partem em direção ao Monte Tylan, mas monstruosas criaturas e poderosos inimigos cruzam o caminho dos jovens. 

Demorei um pouco para fazer a resenha por falta de tempo, mas a cada tempinho que tinha eu lia mais e mais.
Quando comecei a ler o livro eu pensei é uma história triste de um garotinho que derrotou o mal e eu quebrei a cara com esse pensamento. O livro logo de inicio nos mostra a dificuldade de Garley se adaptar a sua escola e como sua condição financeira não ajuda nesse quesito. Podemos observar também que sua família é seu porto seguro e atual referência em sua vida.
A grande reviravolta que acontece no livro é realmente quando ele encontra o medalhão e se tele transporta para a Ilha de Kansnubra. Quando o autor começa a descrevê-la eu que queria está no lugar de Garley e partir nessa grande aventura. E não teve como eu não relacionar um pouco a jogos de RPG que gosto muito. Ao chegar a ilha ele logo conhece Aldrich que era a autoridade mais próxima que ele podia encontrar. Aldrich foi encarregado para uma missão a de esconder o medalhão fora da ilha o que não foi realizado como esperado já que o próprio perdeu no caminho dando assim a oportunidade de Garley o encontrar e chegar à ilha.
Por intermédio de Aldrich, Garley conhece  Johnny (primo de Aldrich), Laura (esposa de Jhonny), Alix (filha de Johnny e Laura) e Jorge (Primo de Alix). E juntos com esse grupo ele segue para a aventura em busca do portal. O qual irá leva-lo para casa.
Outra coisa interessante é que em Carolinda a cidade principal da ilha tem uma boa parte da tecnologia do nosso mundo. Além de animais fantásticos como dragões o que torna a cidade ainda mais fantástica.

A praça estava cheia de pessoas e havia uma grande fila para entrar no banco. Então, Garley ficou abismado com o que viu. Passando ao lado deles, um homem caminhava segurando uma coleira presa a uma criatura. Tinha a forma de um grande cão, mas também um enorme pescoço ondulado, de mais ou menos um metro. Tinha poucos pelos e várias manchas vermelhas espalhadas pelo corpo. (pag. 31)

Bom é melhor vocês lerem por que se eu ficar falando muito vou acabar dando spoilers.





4 comentários:

  1. Adorei suas resenha, o livro é muito emocionante. A cidade de Carolinda me pareceu ser bem legal, e se fosse alg real com certeza seria algo que eu gostaria de visitar. Uma coisa que vocÊ não citou foi sobre as comidas que são bem diferentes das nossas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente eu não citei Italo, por mais que eu quisesse talvez iria falar de mais. Eu amei Carolinda e com certeza eu ia querer morar lá. Obrigada pela visita.

      Excluir
  2. Que bom que gostou Marisa. A resenha está ótima! Muito obrigado pelo apoio! Sucesso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi um prazer ler essa história mágica!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...